MOSTEIRO DOS JERÓNIMOS 1500-1522


VISITA VIRTUAL 360º


O Mosteiro dos Jerónimos é uma obra fundamental da arquitectura manuelina. D.Manuel pretendia aqui em Belém criar um conjunto Igreja e Torre de Belém, de assistência aos mareantes. Pretendia igualmente criar um símbolo nacional, que mostrasse ao mundo a intenção de uma “unificação dos cristãos de todo o mundo”, através da expansão marítima. O risco inicial é de Jacques Boytac (1501-1516), que lançou os fundamentos da igreja e do claustro, e cuja campanha de obra inclui os arranques do portal principal. Em 1516 entra em funções João de Castilho (1517-1528) até 1528 quando vai trabalhar no Mosteiro da Batalha. O portal sul, as abóbadas da igreja e conclusão do claustro, Sala do Capítulo, Sacristía, refeitório, são de sua autoria. A capela mor inicial menor, foi susbtituida por uma de Jerónimo de Ruão de estilo maneirista. Desde 1498 com a descoberta do caminho marítimo para a Índia, Portugal consegue ter acesso directamente à fonte das especiarias, e através de uma sofisticada logistica flutuante (auto-suficiencia de navegação e poder de fôgo), consegue colocar estes produtos na Europa. Todo esse manancial e poderio é aqui ostentado por D.Manuel I e D.João III.



My Image
My Image