MOSTEIRO DOS JERÓNIMOS CLAUSTRO - GALERIA DO CAPITULO

My Image

VISITA VIRTUAL 360º


Galeria do Capítulo
Claustro Galeria do Capitulo

Claustro do Mosteiro dos Jerónimos - Galeria do Capítulo

O claustro faz uma síntese de géneros e estilos diversos, refletindo uma interpretação eficaz dos princípios do gótico tardio. Foram três as campanhas para a sua construção entre 1503 e 1551. Jacques de Boytac é o seu autor original, e aqui trabalhou até 1516. A partir daí é João de Castilho que termina este claustro, com ligeiras alterações decorativas, no que toca as pilastras exteriores originalmente cilindricas. É um claustro de planta quadrada, facetado nos cantos (octogono virtual) e dois pisos abóbadados em pedra de lióz. As quatro faces das galerias do claustro teem 20 medalhões que mostram instrumentos da paixão de Cristo, e a heráldica régia.
A caminho da Sala do Capítulo econtramos o túmulo de Fernando Pessoa. Este poeta nasceu em Lisboa em 1888 e morreu em 1935. Os seus restos mortais foram trasladados (mudados de um local para outro) para o Claustro do Mosteiro dos Jerónimos em 1985. Fernando Pessoa escreveu um livro de poemas alusivos ao tema dos Descobrimentos, que é um marco na literatura portuguesa e se chama Mensagem



My Image
My Image